3 Motivos Para Reformar a Casa

Mais recentes

Você já conhece o mármore e o granito, certo? Ambos são...
Banheiros geralmente são áreas que não valorizamos e nem...
Pensando em inovar na hora de reformar a casa? Então que...
Se você sonha com uma reforma há tempos, mas sempre...
Já pensou ter um piso de madeira que você pode molhar à...

Se você sonha com uma reforma há tempos, mas sempre encontra pretextos para não começar as mudanças, que tal aproveitar 2018 para finalmente concretizar esse sonho? Nem sempre a reforma precisa ser sinônimo de bagunça ou de uma revolução completa: é possível transformar os ambientes aos poucos, cômodo por cômodo, de acordo com as necessidades da família. Então por que não começar?

Seja uma reforma parcial ou um verdadeiro makeover, aí v​ão 3 motivos importantes que irão te convencer de que agora é a melhor hora para realizar uma obra em casa. Veja a seguir:


 

1. Conquistar bem-estar com um espaço dos sonhos

Quem não quer um lar confortável, funcional e bonito? A casa é o lugar onde passamos a maior parte do tempo, então é essencial que ela reflita nosso estilo e personalidade. No entanto, o gosto das pessoas muda com o passar dos anos e isso é inevitável. Um revestimento que você gostava 15 anos atrás talvez não te encante atualmente – ainda mais agora que o mercado de porcelanatos e cerâmicas tem novidades tão incríveis como os produtos da Biancogres.

Quando esses detalhes se somam a outros e o visual da casa deixa a desejar, é impossível curtir os ambientes por completo e fica aquela sensação de descontentamento. Por isso, o primeiro bom motivo para reformar seu imóvel é apaixonar-se por ele novamente e conquistar mais bem-estar vivendo no seu espaço dos sonhos. Escolha o porcelanato que você mais gosta, pinte a parede da sala, troque o acabamento da cozinha, faça uma nova estante... uma reforma é a chance de redesenhar seu lar ideal, então aproveite e não reprima as ideias.

2. Aproveitar a oportunidade para solucionar problemas

Na maioria dos casos, reformar a casa não é uma decisão puramente estética. Uma vez que os ambientes serão transformados, os moradores costumam aproveitar a oportunidade para solucionar problemas de funcionalidade, como deslocar o ponto de água do chuveiro para ter uma circulação melhor no banheiro ou quebrar a parede entre a cozinha e a sala para conquistar amplitude, por exemplo. Pense no que mais te incomoda ou atrapalha em sua casa em relação à funcionalidade dos cômodos e procure imaginar como uma reforma resolveria essa questão. De repente é assim que você vai encontrar o estímulo que faltava para começar a obra.


 

3. Valorizar o imóvel para uma possível venda no futuro

Toda melhoria realizada no seu imóvel deve ser vista como um investimento, mesmo que por enquanto você nem cogite vendê-lo. Para se ter uma ideia, em 2015 o presidente da Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção), Cláudio Conz, afirmou que para cada R$ 1 mil investidos em melhorias antes da venda de uma casa, ela se valoriza em aproximadamente R$ 3 mil – ou seja, vale a pena fazer a conta para entender se aqueles ajustes não irão contribuir para que seu imóvel tenha um valor de mercado mais alto no futuro.

Quem procura investir na compra e reforma de espaços para depois vender deve priorizar uma decoração neutra, com acabamentos fáceis de manter e que não roubem a cena. Assim é mais simples conquistar um cliente de estilo diferente do seu e o imóvel fica mais versátil.